Japonês Informal (Casual)

Japonês Informal (casual)Já ví em vários lugares que é muito comum as pessoas estudarem quase exclusivamente o japonês formal (caracterizado por DESU e MASU) através de cursos e livros, mas, ao visitar o Japão, encontram uma línguagem um pouco diferente daquela que aprenderam: a linguagem casual ou informal, utilizada no dia a dia entre amigos e familiares e na TV. Nunca fiz nenhum curso para saber como é e também não tenho muitos livros, mas os que eu usei realmente não focam muito neste aspecto da linguagem. Acho isso estranho, porque na prática esse japonês deve ser o mais utilizado.

Essa linguagem você deve usar quando já tem certa intimidade, por exemplo: com a família, amigos próximos ou com você mesmo (falando sozinho ou pensando). Nunca utilize com desconhecidos, seu chefe ou professor por exemplo. Em caso de dúvida, continue com o japonês polido!

Vou fazer aqui algumas comparações para você conhecer algumas diferenças utilizando alguns exemplos simples:

Formal Informal
学生です
watashi wa gakusei desu
学生
Ore wa gakusei da

  • A primeira palavra já muda completamente. Watashi é uma forma padrão e educada para se falar “Eu”. Mas no japonês casual, existe outras palavras com esse mesmo significado. No exemplo foi utilizado (Ore), que também significa “eu” mas é uma forma mais casual e masculina. Existe também um “eu” pra mulheres, “Atashi”. Aqui estou tocando em um ponto muito importante da lingua japonesa: homens e mulheres falam diferente! E não são só palavras diferentes, tem vários outros detalhes. Digo que é muito importante porque você precisa saber essas coisas pra evitar passar vergonha lá. Deve ser engraçado (pra eles) quando aparece um gaijin (do sexo masculino) falando como uma menininha! É claro que ainda vou escrever um post (ou talvez vários) sobre isso depois…
  • “Desu” no casual fica “Da”

Formal Informal
食べます
Nani wo tabemasuka?
食べるの?
Nani taberuno?

  • A primeira diferença é que a partícula を (wo) sumiu, foi pro saco, desapareceu. Japoneses adoram encurtar palavras e frases sumindo com algumas coisas no meio. Nem me assusto mais com isso. Além de partículas, outra coisa comum de se desaparecer é o “い” quando se usa ている. Por exemplo 食べている (está comendo) pode ser falado 食べてる.
  • A segunda diferença é o uso do verbo na forma do dicionário, 食べる (taberu), ao invés da forma MASU, 食べます (tabemasu). Essa foi a primeira diferença que aprendi e acho que deve ser a maior, já que o que caracteriza o japonês formal são as terminações DESU e MASU.
  • No final, foi utilizado uma partícula の (no) para a pergunta ao invés de か. As vezes também usa-se os dois, ou seja, のか.

É claro que tem muuuito mais coisa de japonês informal. Eu devo escrever mais coisas aqui no blog eventualmente.
Você pode ter bastante contato com japonês informal através de animês. Mas para aprender mais eu recomendo os podcasts da JapanesePod101. Além do diálogo em japonês formal que é encontrado na aula, eles também disponibilizam uma faixa extra contendo o mesmo diálogo em japonês informal, para que você possa aprender as duas formas e comparar as diferenças. Recentemente cheguei nas aulas em que eles começam a dar maior enfoque no japonês informal, ensinando os detalhes que mudam nessa linguagem e sempre destacando as situações em que pode ou não ser utilizada. É realmente um ótimo material!

9 comentários a “Japonês Informal (Casual)

  1. Creio que o ideal é tentar manter um nível nem tão formal nem tão informal. No entanto, uma das maiores dificuldades do nihongo é justamente os diferentes níveis de formalidade da língua, os quais existem em qualquer língua, mas no japonês são muito utilizados…

  2. Estou começando a aprender japonês, e e esse post foi muito útil, já que na aula a gente sempre vê o formal, mas nas fontes de inspiração (aka animes, filmes XD) a maior parte é informal, e muitas vezes a gente não faz a “ponte” entre eles direto. Por exemplo, eu já tinha reparado no ‘desu’-‘da’, mas o ‘no’ eu não tinha percebido ainda. =D

  3. Quando eu acabei de chegar no Japão, não sabia nada sobre formal e informal, acho q a primeira lição que temos q aprender é o simples .
    Formal
    Informal
    Eu aprendi errando, qd eu falei para o dono da minha fábrica Ohayou.
    A japonesa q trabalha comigo teve um ataque e eu não sabia pq, qd eu descobri o fora fiquei super sem graça.

  4. Pois é…
    Quando comecei a ver sobre a língua, eu li sobre watashi e tal. Dai resolvi reparar como eles falam nos animes, daí que fui notar que é bem diferente. Quase sempre os caras falam ore.
    Praticamente qualquer material que vc encontrar sobre japones só ensina a linguagem formal.

    Acho que é essencial você saber as duas. Mesmo que na duvida fale o formal, nao lembro onde vi que você falar de uma maneira formal pra um amigo, é algo como você não querer se aproximar dele. Já que tá tratando como um estranho.

    Não adianta. É bom saber o formal pra nao passar vergonha, mas é necessário saber o informal também.

  5. Parabéns pelo post Jo… se superou…

    Este eh um problema mesmo… meu prof. jah tinha tocado neste assunto… e como somos soh duas meninas na turma ele tah sempre nos ensinando como precisamos falar… jah que ele acaba falando mais um “palavreado” masculino…

    Bjus

  6. Tem um exemplo bacana em Dragon Ball. Quando Goku conhece Bulma (1o. episódio), ela pergunta o nome dele e ele fala algo como “Ore wa Goku. Omae?” e ela fica meio sobressaltada. O Goku é um matuto criado pelo avô e nunca tinha visto uma mulher. Ele não sabe como se expressar. Em qualquer outra língua, isso se perde na tradução.

  7. É super importante aprender ambas as formas, ver animes, ouvir conversas de japa de verdade xD, e mais importante ainda é saber quando usá-lo.

    Isso do の para frases interrogativas é bem legal, só tem de tomar o cuidado, pois, você também pode transformar o どうし”verbo” em めいし”substantivos” com o の, tipo ピザを 手で 食べるのが 好きです

    Outra coisa legal, é que tem um jeito informal assim: たべる -> たべるんです, o ん acabou virando o の que virou essa forma que você nos disse =P

  8. nuss Jô vlw mermo

    essa do “Watashi” e “Ore” eu nao sabia
    kkkkkkkkkkkkkk
    vlw mesmo 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *