Dicas para turistar no Japão

2015-05-08 20.04.35

Estive no Japão a turismo recentemente e fiz esta lista de dicas:

1) Alugue um Pocket wifi. Acho que é a dica mais importante, sem ele eu ficaria muito perdido. Aluguei na japan-wireless.com, fiz o pedido e pagamento pela Internet e já estava lá na recepção do primeiro hotel quando cheguei (tem como pegar no aeroporto também, mas pelo horário que cheguei não dava, então escolhi receber no hotel). Peguei a opção 3G e achei suficiente (uns 20 mbps ilimitado). Tem opção de 4G (75 mbps) mas ela tem um limite de consumo de dados e depois fica lerda. Para devolver é só colocar no correio usando um envelope pré-pago que vem junto (dá pra fazer isso no aeroporto de Narita, tem correios lá).

2) Baterias externas. É bom ter baterias externas para manter o pocket wifi (bateria não dura muito) e também os celulares. A Japan-wireless já fornecia uma grátis ao alugar o pocket wifi, outras empresas alugam com custo adicional.

3) Google Maps e Hyperdia. Geralmente o Google maps é OK, mas em algumas rotas com shinkansen ele mostra só opções com trens Nozomi (onde não dá para usar o JR Pass). No hyperdia.com dá pra fazer rotas com uns filtros pra não usar esses trens

4) JR Pass. São os passes para usar os trens da JR livremente durante alguns dias (tem de 7, 14 e 21 dias). Vale muito a pena para viajar de shinkansen, mas não para ficar circulando só dentro de Tokyo. Você pode escolher o dia em que ele começa a valer, então planeje a viagem otimizando o uso do JR Pass.

5) Coin lockers. Quase sempre tem nas estações e até nas ruas. Se pretende sair da cidade por poucos dias e voltar, vale a pena deixar malas grandes e ir só com mochila. Os preços variam de acordo com o tamanho, no de 500 ienes eu conseguia colocar a minha mala (média). Pode deixar no guarda volume por até 3 dias (depois disso eles recolhem e não sei se é enrolado pra recuperar). O pagamento da primeira diária é feita colocando moedas na hora pra poder trancar, se ficar mais dias precisa pagar quando destrancar.

6) Takyubin. É o serviço de transportar malas. Não usei, mas só ouvi falar bem. Dá pra mandar malas pro aeroporto ou pra hotéis, muito bom pra evitar carregar tudo em trens lotados. Pode solicitar o serviço em hotéis ou qualquer loja de conveniência
Se estiver muito longe do destino é bom planejar com um pouco de antecedência. Eu estava em Osaka e queria mandar malas para o aeroporto de Narita, mas precisava de pelo menos 2 dias (não deu e tivemos que carregar mesmo…)

7) Moedas de 100. São as mais úteis. Os coin lockers e máquinas de cápsulas só aceitam dessas, então quando pretende usar é bom deixar algumas reservadas. Máquina de bebidas aceitam outras moedas também (menos de 5 e de 1). Existem máquinas pra trocar moedas (você coloca uma nota de 1000 ou moeda de 500 e troca por de 100), são fáceis de achar em lugares com máquinas de pegar bichos de pelúcia mas nem sempre tem por perto dos coin lockers (algumas vezes compramos coisas em máquinas de bebidas pra arranjar moedas)

8) Suica card. É um cartão pré pago pra usar nos metrôs e pode ser obtido nas máquinas de tickets da JR (mas pode ser usado também nos trens da Metro Tokyo e Toei). Achei bem prático e também dá para usar em algumas máquinas de venda, coin lockers e lojas. Precisa pagar 500 a mais ao adquirir o cartão (além da carga que você vai colocar), mas se quiser pode devolvê-lo antes de ir embora do Japão pra recuperar os 500 + o saldo que sobrar. Tem outro cartão chamado Pasmo que funciona do mesmo jeito.

9) Shinkansen (trem bala)
9.1) Sempre tente reservar lugar. É só ir num “midori no madoguchi” (um guichê de tickets pro shinkansen). Para quem usa o JR Pass não há nenhum custo adicional (normalmente seria mais caro comprar reservado). É só informar o destino se quiser pegar o próximo disponível, ou então informar um trem específico se quiser pra outro dia/horário (pode usar o Google Maps ou Hyperdia para pesquisar e até mostrar a tela com a rota pro atendente). Também existem os vagões sem lugares reservados, onde você pode ir direto sem ticket, mas corre o risco de viajar de pé (aconteceu uma vez comigo)
9.2) tem tomadas no shinkansen. Só descobri isso no último dia… bom pra carregar baterias durante as viagens. Ficam na parede embaixo (ou na frente perto da mesa se estiver no primeiro lugar)
9.3) Perguntar plataforma ao reservar. Facilita um pouco pois não vem marcado no bilhete (não que seja difícil achar nos painéis)

10) Coin laundry. Não é caro lavar e secar roupa, acho uma boa opção para evitar carregar muita bagagem. Muitas vezes tem no próprio hotel.

11) Sacar dinheiro. Vá nos ATMs das lojas de conveniência 7-Eleven (tentei em alguns outros mas não aceitavam cartões internacionais).

12) Skype. Deixei uns créditos para emergência e foi útil (precisei ligar pra um hotel e pro Itaú)

13) Tomadas tem pinos chatos e a tensão é 100V. Se tiver coisas de pino redondo, leve adaptadores.

14) Não beba Fanta laranja, tem gosto de remédio. Mas tomar cu (Qoo) é bom

1 comentário a “Dicas para turistar no Japão

  1. Muito bom Jô!Fico feliz que você voltou com o blog.とても嬉しいです!Você vai fazer mais posts?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *